Nosso Twitter! Facebook! Contate-nos por email!

Se liga! Como ajudar quem sofre de bulimia? Psicóloga analisa o caso da Ju

 

A galera alertou, mas a Ju (Agatha Moreira) não levou a sério que podia estar com bulimia. A it-girl chegou a ficar bolada com a amiga Lia (Alice Wegmann), por ter contado aos pais dela tudo o que está rolando. O mais triste é que a neurose da Ju surgiu porque a mãe, Marta (Silvia Pfeifer), quis compensar na filha a frustração de ter largado a carreira de modelo, e fez a maior pressão pra gata emagrecer e seguir as exigências do mundo da moda. Situação chata... Como lidar com isto? O que fazer para ajudar quem sofre de bulimia? As respostas você confere neste bate-papo com a psicóloga Renata Lacombe.

A carreira de modelo da Ju começou com um empurrão da mãe, que era modelo e abandonou sua profissão por causa do marido. A Marta pode estar projetando seus sonhos na Ju. Isso acontece muito na vida real? O que uma adolescente que passa pelo mesmo que a Ju pode fazer? 

A projeção das nossas melhores expectativas nos nossos filhos é um processo que, dentro de certos limites, é natural e necessário ao desenvolvimento da relação de todos nós. É parte do “querer o melhor pra eles”. No caso da Marta e da Ju, a mãe não só acredita que o que era um sonho para ela vai ser o melhor para a filha, como tenta, através dela, resolver a frustração de ter desistido deste sonho. O problema aparece quando essa projeção ganha uma dimensão tão poderosa na cabeça dos pais, que os impede de perceber os filhos, seus desejos e suas próprias aspirações. Quando isso acontece, há o risco de se criar uma pressão que faz com que os filhos tomem decisões que não seriam as suas verdadeiras escolhas. O melhor caminho é tentar construir um canal de diálogo franco, numa relação de confiança em que o adolescente mostre aos pais que podem e devem confiar em suas escolhas, apesar de serem diferentes das deles. Para os pais, fica a dica de prestar bastante atenção pra ver de quem são realmente os desejos que estão em jogo, quando se relacionam com seus filhos.



A Ju sempre foi insegura com o corpo. Quando a insegurança dela foi além e virou uma doença? 

No caso da Ju, a entrada no mundo da moda (onde a preocupação com o peso tem uma força muito maior), foi determinante para que sua insegurança aumentasse e a levasse à bulimia. O mundo profissional da moda, pra ser vivido de maneira saudável, exige que as meninas tenham, além de um corpo e rosto dentro dos padrões exigidos, muita sabedoria e suporte para lidar com as pressões de um ambiente competitivo, apesar de todo o glamour. É bom que meninas aspirantes a modelo e  seus responsáveis levem isso em consideração, quando decidirem investir nessa carreira. A questão é: além de bonita e magra, essa menina tem capacidade emocional de lidar com as pressões desse universo? Esta é uma pergunta importante a fazer!

A morte da mãe do namorado e o sequestro da melhor amiga afetam ainda mais a Ju. Situações como essas podem agravar o estado de uma pessoa com bulimia? 

Quando falamos em transtornos psíquicos e problemas emocionais, como a bulimia, todo acontecimento que desestabiliza e traz insegurança pode agravar a condição de quem está vivendo o quadro. São acontecimentos que aumentam a ansiedade, os medos e uma série de sensações que podem levar ao agravamento de um estado emocional que já não funcionava de forma equilibrada e saudável.




A personagem passa por um período de negação da doença e a Marta crê que está tudo bem. Você acha que os pais podem fechar os olhos na hora em que os filhos enfrentam um problema? 

É claro que se espera dos pais que estejam sempre atentos e aptos a ajudar os seus filhos.  Afinal, é o primeiro lugar onde pensamos em buscar suporte e segurança. No entanto, pais não são super-heróis, mas, sim, seres humanos com defeitos e que falham, mesmo quando amam seus filhos. Nesse sentido, podemos entender que a negação da Marta faz parte não só da “cegueira” com as projeções que criou com a Ju, como uma autoproteção, quando surge a possibilidade de isso tudo estar fazendo mal à filha. Por que se fica claro que o ingresso de Ju no mundo da moda está fazendo mal a ela, ficará claro que Marta tem responsabilidade por esta situação, já que colocou muita pressão para que Ju investisse nisso.

Por mais que o Gil elogie a Ju, a personagem continua insegura com o seu corpo. O que um namorado pode fazer para ajudar nesses casos?

Acredito que um bom namorado deve fazer o que Gil tenta com a Ju: assegurar seu amor e sua admiração. Mas se perceber que a coisa está fora de controle e que essa insegurança está gerando consequências graves, ele deve se esforçar para ultrapassar a barreira da negação e da vergonha e fazer pressão. Ao mesmo tempo, oferecendo suporte para que a namorada busque ajuda e encare a realidade. Muitas vezes, para um adolescente, uma verdade difícil de encarar é mais bem aceita quando dita por seus namorados e amigos.
 

0 comentários:



Nome: Central de Notícias Malhação
Url: noticiasmalhacao.com
Versão: #MalhaçãoNews2013 (7.0)
Webmasters: Pablo e Lucas
Design: Lucas M.
Contato: @@
Melhor visualizado: Chrome
Visitantes: online








Afilie-se pela Chat Box.

Blog Archive